Posts

Hipóteses

Olá, hoje vamos falar um pouco sobre hipóteses. Existem algumas conceituações diferentes para as hipóteses. Em geral elas remetem à ideia de resposta ou explicação. A hipótese é uma resposta provisória ofertada ao problema científico colocado.

A pesquisa científica tem sua execução iniciada por meio de um questionamento. É o que chamamos de problema, colocado em forma interrogativa.

Deste modo a hipótese é uma resposta provisória para esta pergunta.

Ambos, problema e hipótese, são constituídos por variáveis inter-relacionadas.

A hipótese deve ser verificável, ou seja, é necessário que ela seja composta por variáveis que sejam passíveis de observação e teste. Por exemplo, se for colocada a hipótese de que a desorganização familiar contribui para a ocorrência da delinquência juvenil, as variáveis desorganização familiar e delinquência juvenil são passíveis de observação. Por outro lado uma hipótese que afirma ser o inconsciente um elemento que contribui para a ocorrência de delinquência juvenil não seria verificável uma vez que não temos como observar ou testar o inconsciente.

Por isso é correto afirmar que as hipóteses se referem aos fatos ou fenômenos e que também delimitam a área de observação e experimentação, orientando para uma pesquisa focada nas variáveis escolhidas.

Uma hipótese deve ser articulada de tal forma a respeitar os preceitos da lógica e por isso deve ter coerência interna sem dispensar a cautela de concatenar esta coerência ao conjunto de conhecimentos existem, ou seja, sem abrir mão da coerência externa.

Outra discussão é a coexistência de três termos: TEMA, PROBLEMA E HIPÓTESE.

Tema é como um grande círculo, abrangente, dentro do qual estão contido problema e hipótese.

Vou exemplificar um tema: A necessidade de informação ocupacional na escolha da profissão.

Um problema, dentro deste tema, por ser posto como: A orientação profissional dada, no ensino médio, influi no sucesso em relação à escolha do curso universitário?

Algumas questões são úteis para verificar da cientificidade do problema:

1ª) Pode o problema ser enunciado em forma de pergunta?

2ª) Corresponde a interesses pessoais, sociais e científicos ?

3ª) Relaciona entre si pelo menos dois fenômenos (fatos, variáveis)?

4ª) Pode ser objeto de investigação sistemática, controlada e crítica?

5ª) Pode ser empiricamente verificado em suas consequências?

Se a sua resposta for sim para todas as questões, então você está em um bom caminho.

Até aqui foi possível perceber que problemas e hipóteses são enunciados de relações entre variáveis, sendo que a diferença entre ambas é que a primeira é ordenada em forma interrogativa e a segunda é em forma afirmativa.

EXEMPLO

Problema: “A constante migração de grupos familiares carentes influencia em sua organização interna?”

Hipótese: “Se elevando índice de migração de grupos familiares carentes, então elevado grau de desorganização familiar”

As hipóteses são articuladas a partir de alguns esquemas lógicos.

O primeiro esquema e que serve de base para os demais é o clássico esquema “se…, então…” Já comentado quando falei sobre argumento condicional.

O esquema é algo como “ Se X, então Y”. Por exemplo: “Se elevado grau de desorganização interna na família carente, então maior probabilidade de marginalização do menor”

O segundo esquema pode ser exemplificado como SE X1 E X2, ENTÃO Y.

Por exemplo: “Se incompreensão e descontrole, então irresponsabilidade”

E o terceiro esquema seria SE X, ENTÃO Y, SOB AS CONDIÇÕES R E S.

Um exemplo: “Se elevado grau de desorganização interna na família carente (x), então maior probabilidade de marginalização do menor (y), dada a baixa escolaridade do menor (R) e elevado grau de mobilidade geográfica da família (s)”

Estes esquemas podem ser adaptados e alterados, como por exemplo em uma situação na qual coexistam mais de dois antecedência (causa) a gerar um consequente (efeito).

As hipóteses possuem importância explicativa e importância preditiva e têm como funções:

a) Generalizar uma experiência;

b) Servir de guia à investigação;

c) Atuar na tarefa de interpretação (explicação);

Existem tipos diferentes de hipóteses em razão da sua relação.

As hipóteses em razão da universidade, são aquelas enunciada de forma universal, ou sejam, se extraem dedutivamente a partir de generalizações. Por exemplo: se a temperatura de um gás aumentar ficando constante sua pressão, então seu volume aumentará.

As hipóteses podem ser em relação à frequência e neste caso se subdividem em três possibilidades. Pode se referir à frequência de acontecimentos. Por exemplo: 20% das pessoas que fumam têm câncer. Ela pode afirmar que algo é maior ou menor que outra coisa. Por exemplo: Quanto maior a coesão de um grupo, maior sua influência sobre seus membros. E pode dizer respeito à frequência da ligação entre variáveis. Por exemplo: é frequente a correlação entre doença mental e crime.

O último tipo de hipóteses são aquelas elaboradas em relação a ligação causal. Neste caso ela pode afirmar que um acontecimento ou característica específica é um dos fatores que determinam outra característica. Por exemplo: Se frustração, então agressão.

As fontes para elaboração de hipóteses são variadas. Entre elas estão o conhecimento familiar, a observação, a comparação com  outros estudos e a dedução lógica de uma teoria.

Isso aí.

Até a próxima.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on twitter
Share on pinterest

Últimos Posts

TÉCNICAS DE PESQUISA

A posse da compreensão do conteúdo teórico apreendido sobre problemas, hipóteses, variáveis, relação de variáveis

Variáveis

Olá, hoje o assunto será sobre variáveis em uma pesquisa científica. As variáveis também foram

Hipóteses

Olá, hoje vamos falar um pouco sobre hipóteses. Existem algumas conceituações diferentes para as hipóteses.

MÉTODOS CIENTÍFICOS

Olá, aqui estamos para um post de metodologia científica. Hoje vou escrever mais especificamente sobre

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Este site faz uso de cookies para melhorar a sua experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos sites, você concorda com tal monitoramento.